Make your own free website on Tripod.com

Horizonte Cristão- Arquivos

Aconselhamento Biblico

Home
Prezados Amigos
Em Destaque
A Bíblia Fala
Estudando a Bíblia
Heróis da Fé
Campo Missionário
E-BOOKs Ripari
Horizonte
Batalha Espiritual
Seitas e Heresias
Aconselhamento Bíblico

 

Apocalipse 12 fala de Israel ou de Maria ?

 

 

Pergunta :  “ Os Católicos  se baseiam em Apocalipse 12 , dizendo  que  a  igreja católica Romana considera  Maria  como Rainha  e dona da Europa . Mas  como vocês explicam essa passagem bíblica ?  Existe  um outro ponto  de vista  razoável, diferente do Católico?

 

Resposta : 

 Na realidade , não há   falta de clareza em Apocalipse  12 .1 , que obviamente   fala de  Israel   e não de Maria ou da Igreja Católica .  Esta  e alguns de seus  mestres interpretaram essa passagem  de modo a lhe dar tal significado, que  contradiz completamente  o contexto  bíblico .  O próprio texto de  Apocalipse 12 é evidente . Para  entender a  fundo o assunto, devemos  traçar  paralelos  com Gênesis  37, e veremos  que    Apocalipse  12 somente se refere-se  a Israel .

Em Gênesis  37,9 José , que era judeu, conta  a seus irmãos  um sonho seu . No  sonho o sol , a lua  e as  estrelas  se inclinavam à  sua frente  e prostraram  diante dele . Os Irmãos de  José , que  obviamente também eram  todos  judeus , logo interpretaram o sonho como sendo  a seu respeito  e a respeito de seus pais , o  que lemos  nos versículos  seguintes . Isso  significa que  o sol , a lua  e as estrelas  são uma ilustração do povo de Israel .

Outro fato relevante  a considerar é que  não  foi a Igreja Católica  que nos trouxe Jesus ,  mas sim  o povo  Judeu. Em Apocalipse  12 é relatado E viu-se um grande sinal no céu: uma mulher vestida do sol, tendo a lua debaixo dos seus pés, e uma coroa  de doze estrelas sobre a sua cabeça. E estando grávida, gritava com as dores do parto, sofrendo tormentos para dar à luz.....  Vers. 5  - E deu à luz um filho, um varão que há de reger todas as nações com vara de ferro; e o seu filho foi arrebatado para Elohim e para o seu trono.”( Apoc. 12 – 1,2 ,5 ) . Isto se refere-se a  claramente a   Jesus Cristo   a Salvação  vem dos  Judeus  disse o senhor .   “Vós adorais o que não conheceis; nós adoramos o que conhecemos; porque a salvação vem dos yehudim (Judeus). ”  (Jô.4,22) .  Jesus  vem do judaísmo , Ele  veio ao mundo  através  e em meio ao povo de  Israel e após Sua morte e ressurreição foi levado ao céu , evento detalhadamente  descrito  no livro de Atos  em seu primeiro capitulo .

Mais  uma razão  deixa claro que Apocalipse 12 fala de Israel  e  não da Igreja Católica ,  no  versículo  7  está  escrito  que  no céu  houve peleja  entre Miguel , o grande arcanjo  de  Elohim , com o dragão que é Satanás ,  No texto  bíblico  apenas  Miguel é chamado de  arcanjo , que  peleja pelos filhos  de Israel  . Daniel 12.1 diz: “ Nesse tempo se levantará Miguel , o grande príncipe , o defensor  dos filhos do teu povo, e haverá tempo de angústia , qual  nunca houve , desde que  houve nação  até aquele tempo ...”                 Isso significa  que , quando  o arcanjo Miguel  é mencionado  lutando  com Satanás  em Apocalipse 12, ele está lutando por Israel , e que a  mulher  de Apocalipse 12 não é  a Igreja Católica  , muito  menos  Maria  , mas  sim Israel .

Um ultimo ponto : vemos  como o dragão , que é Satanás, levanta-se  contra  essa   mulher  e tenta destruí-la . Na  História  da Igreja sempre  foi assim : Satanás  , através das nações , tenta destruir  Israel e não à Igreja  Católica  . Pelo Contrário : A Igreja  Católica  como tal   nunca foi perseguida ; através da Inquisição  ela é  que perseguiu  judeus e os cristãos  verdadeiros  .

 

Norbert Lieth  - Diretor da Chamada da Meia-Noite Internacional

 
Obs : Matéria publicada  anteriormente  na Revista Mensal Chamada da Meia Noite -Ano 36 nº 2 -  Recomendamos  o Livro Os Fatos Sobre o catolicismo Romano    - de autoria de John Ankerberg e  John Weldon   de  publição  da editora Chamada da Meia Noite .

Copyright ©  all rights reserved 

Horizonte Cristão © 2005.